Os pacientes de planos de saúde que não forem atendidos, em caso de emergência ou urgência, poderão ser indenizados por danos morais. A proposta foi aprovada nesta quarta-feira (29.02) pela Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado, presidida pelo senador Jayme Campos (DEM-MT).
 
Pelo projeto aprovado na CAS, de autoria do senador licenciado Eduardo Amorim (PSC-SE), casos que representem risco de vida, lesões irreparáveis, casos de urgência por acidentes e complicações na gestação serão enquadrados na nova lei, que agora será votada em decisão terminativa pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) da Casa.
 
Jayme Campos ressaltou a importância da proposta aprovada, neste momento em que a CAS debate as deficiências na saúde pública e as denúncias constantes contra planos de saúde. “O brasileiro precisa ser respeitado e o direito à saúde e ao atendimento médico deve ser garantido. Acompanhamos casos recentes de mortes por falta de atendimento, o que não podemos admitir nos dias de hoje”, defendeu o presidente da Comissão.
 
Polêmica sobre a Internação compulsória – Os senadores da CAS ainda não chegaram a um consenso sobre o projeto (PLS11/10) do senador Demóstenes Torres (DEM-GO) que altera a Lei das Drogas (Lei 11.346/06) e prevê pena de detenção ou tratamento especializado para os dependentes de drogas.
 
O relatório da senadora Ana Amélia (PP-RS) causou polêmica e foi retirado da pauta, apesar das mudanças no texto original, apresentadas em forma de substitutivo. A chamada internação compulsória gerou muita discussão entre os senadores. “A questão das drogas é uma doença e não uma questão de segurança pública”, alegou o senador Humberto Costa (PT-PE), ex ministro da Saúde.
 
Em audiência pública sobre o tema na CAS, o autor defendeu o projeto e explicou que a proposta não tem a finalidade de levar usuários à prisão, mas de dar ao juiz a possibilidade de aplicar uma pena, uma vez que a lei atual apresenta apenas meras recomendações. Na avaliação do senador Demóstenes Torres, a lei atual é inconstitucional, por criminalizar condutas associadas a drogas e não prever punição.
 
A relatora Ana Amélia tentou uma alternativa, propondo a retirada dos artigos e pontos mais polêmicos do texto, mas os integrantes da Comissão decidiram elaborar um texto conjunto para que possa ser aprovado.
 
Jayme Campos lembrou que a Reforma Psiquiátrica mudou o modelo de atendimento, mas não há médicos especializados para atender os pacientes.“Atualmente, a dependência química é uma grave problema de saúde pública, mas não há hospitais especializados para acolher estas pessoas”, reclamou Jayme Campos, citando o estado de Mato Grosso.

Últimas Notícias

XI Congresso de Operadoras: inscrições serão …

24-05-2016 Lenir Camimura

A Rede Saúde Filantrópica (RSF/CMB), em parceria com a Federação das Santas Casas, Hospitais e Entidades Filantrópicas de Santa Catarina (Fehosc), realiza o XI Congresso Nacional das Operadoras Filantrópicas de...

Leia mais

SUS pede reembolso de R$ 4,2 bilhões por aten…

20-05-2016 UOL Notícias

Em 16 anos, o SUS (Sistema Único de Saúde) pediu devolução de mais de R$ 4,2 bilhões por atendimentos feitos a clientes de planos de saúde e pagos com dinheiro...

Leia mais

Entidade pede redução de gastos na saúde priv…

20-05-2016 Folha de S.Paulo

A Fehoesp (Federação dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios do Estado de São Paulo) entregou uma lista de sugestões de medidas para diminuir gastos no setor da saúde para o novo...

Leia mais

Atualização das taxas de partos na saúde supl…

18-05-2016 ANS

Dados informados pelas operadoras de planos de saúde à Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) mostram que, em 2015, foram realizados 569.118 partos na rede credenciada, em todo o País...

Leia mais

Custo das operadoras de saúde tem alta record…

18-05-2016 Portal R7

As operadoras de saúde registraram crescimento de 19,3% nos custos com atendimentos médicos em 2015 na comparação com o ano anterior, de acordo com o índice de Variação de Custos...

Leia mais

ANS obriga planos de saúde a qualificar atend…

17-05-2016 ANS

Começaram a vigorar neste domingo (15/05) as novas regras da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) para o atendimento prestado pelas operadoras aos beneficiários de planos de saúde nas solicitações...

Leia mais

Preço de itens de saúde varia até 1.000% e de…

16-05-2016 O Estado de S.Paulo

Fabiana CambricoliDisparidade nos valores de materiais é causada, de acordo com entidade dos planos, por falta de regras claras para concorrência Frequentemente usada em pacientes com artrose grave, uma prótese de...

Leia mais

Proposta susta norma da ANS que diminui multa…

11-05-2016 Lenir Camimura

Está tramitando na Câmara dos Deputados o Projeto de Decreto Legislativo (PDC) 322/16, do deputado Ivan Valente (Psol-SP), que susta norma (Resolução Normativa 388/15) da Agência Nacional de Saúde Suplementar...

Leia mais

Pesquisa da ANS sobre contratos entre operad…

11-05-2016 Lenir Camimura

Até o próximo dia 31 de maio, quem quiser pode participar da pesquisa realizada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) sobre contratualização entre operadoras e prestadores de serviços. O...

Leia mais

ANS publica novas regras para avaliação de qu…

10-05-2016 Lenir Camimura

A reestruturação do Programa de Qualificação dos Prestadores de Serviços de Saúde (Qualiss) foi publicado nesta terça-feira (10), no Diário Oficial da União, pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS)...

Leia mais

Novos projetos para Saúde Suplementar serão d…

10-05-2016 Lenir Camimura

A ANS realizará no dia 24 de maio um encontro para discutir formas inovadoras da prestação e da remuneração dos serviços na Saúde Suplementar. A atividade, promovida pela Diretoria de...

Leia mais

Leandro Reis Tavares deixa a ANS

09-05-2016 ANS

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publicou, nesta segunda-feira (09), no DOU, a exoneração de Leandro Reis Tavares do cargo de diretor da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS)...

Leia mais

Notícias ANS

USUÁRIOS

LOCAIS DE ATENDIMENTO

Clique aqui e encontre a localidade mais próxima utilizando a lista de Estados.

COBERTURA

Informações sobre a cobertura da Rede Saúde Filantrópica

FUNCIONAMENTO

Informações sobre o funcionamento do sistema e o acordo das Operadoras de Planos Privados de Assistência à Saúde, associadas à Rede Saúde Filantrópica

OBSERVAÇÕES

Observações para a realização de internações e serviços auxiliares de diagnóstico e terapia eletivos.

COBRANÇA DAS CONTAS

Informação sobre o faturamento das contas

TABELA A SER USADA

Informações sobre a tabela a ser utilizada pela Operadora que prestou o atendimento