Os pacientes de planos de saúde que não forem atendidos, em caso de emergência ou urgência, poderão ser indenizados por danos morais. A proposta foi aprovada nesta quarta-feira (29.02) pela Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado, presidida pelo senador Jayme Campos (DEM-MT).
 
Pelo projeto aprovado na CAS, de autoria do senador licenciado Eduardo Amorim (PSC-SE), casos que representem risco de vida, lesões irreparáveis, casos de urgência por acidentes e complicações na gestação serão enquadrados na nova lei, que agora será votada em decisão terminativa pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) da Casa.
 
Jayme Campos ressaltou a importância da proposta aprovada, neste momento em que a CAS debate as deficiências na saúde pública e as denúncias constantes contra planos de saúde. “O brasileiro precisa ser respeitado e o direito à saúde e ao atendimento médico deve ser garantido. Acompanhamos casos recentes de mortes por falta de atendimento, o que não podemos admitir nos dias de hoje”, defendeu o presidente da Comissão.
 
Polêmica sobre a Internação compulsória – Os senadores da CAS ainda não chegaram a um consenso sobre o projeto (PLS11/10) do senador Demóstenes Torres (DEM-GO) que altera a Lei das Drogas (Lei 11.346/06) e prevê pena de detenção ou tratamento especializado para os dependentes de drogas.
 
O relatório da senadora Ana Amélia (PP-RS) causou polêmica e foi retirado da pauta, apesar das mudanças no texto original, apresentadas em forma de substitutivo. A chamada internação compulsória gerou muita discussão entre os senadores. “A questão das drogas é uma doença e não uma questão de segurança pública”, alegou o senador Humberto Costa (PT-PE), ex ministro da Saúde.
 
Em audiência pública sobre o tema na CAS, o autor defendeu o projeto e explicou que a proposta não tem a finalidade de levar usuários à prisão, mas de dar ao juiz a possibilidade de aplicar uma pena, uma vez que a lei atual apresenta apenas meras recomendações. Na avaliação do senador Demóstenes Torres, a lei atual é inconstitucional, por criminalizar condutas associadas a drogas e não prever punição.
 
A relatora Ana Amélia tentou uma alternativa, propondo a retirada dos artigos e pontos mais polêmicos do texto, mas os integrantes da Comissão decidiram elaborar um texto conjunto para que possa ser aprovado.
 
Jayme Campos lembrou que a Reforma Psiquiátrica mudou o modelo de atendimento, mas não há médicos especializados para atender os pacientes.“Atualmente, a dependência química é uma grave problema de saúde pública, mas não há hospitais especializados para acolher estas pessoas”, reclamou Jayme Campos, citando o estado de Mato Grosso.

Últimas Notícias

Planos rejeitam até 30% das indicações de cir…

17-10-2017 O Estado de S.Paulo

Operadoras de saúde reveem a necessidade de até 30% das cirurgias indicadas por médicos da rede privada. Isso é o que mostram balanços inéditos de duas das maiores operadoras do...

Leia mais

CMB se reúne com Deputado para tratar de alte…

06-10-2017 Lenir Camimura

Nessa quinta-feira (5), o diretor geral da CMB, José Luiz Spigolon se reuniu com o Deputado Federal Vitor Lippi (PSDB-SP), para tratar de alterações na Lei nº 9656/1998, que dispõe...

Leia mais

Projeto susta aumento em plano de saúde auto…

29-09-2017 Agência Câmara de Notícias

Reajuste ocorreu de maio de 2016 a abril de 2017 e atingiu mais de 8 milhões de pessoas A Câmara dos Deputados analisa proposta que susta o decreto da Agência Nacional...

Leia mais

ANS prorroga prazo para pesquisa de contratua…

29-09-2017 Lenir Camimura

Termina neste sábado, 30 de setembro, o prazo para participar da segunda edição da pesquisa sobre contratualização entre operadoras e prestadores de serviços promovida pela Agência Nacional de Saúde Suplementar...

Leia mais

Plano de saúde popular pode ajudar a desafog…

29-09-2017 ES Hoje

A Agência Nacional de Saúde (ANS) deu sinal verde para a criação de planos de saúde populares na última semana. O médico e presidente regional do 5º Congresso Brasileiro Médico...

Leia mais

Deputado quer fim da proibição de alta nos pl…

29-09-2017 O Estado de S.Paulo

Relator de reforma no setor, Rogério Marinho (PSDB-RN) também defende acabar com o rol mínimo de procedimentosLígia Formenti BRASÍLIA - O relator da reforma da Lei de Planos de Saúde, deputado...

Leia mais

Judiciário considera 75% dos reajuste planos …

27-09-2017 O Globo

Pesquisa do Idec, aponta ainda que 56% dos consumidores foram ressarcidos por pagamento indevidoDiante do aumento das demandas na área de saúde suplementar, Defensoria faz acordo para ter agilidade na...

Leia mais

Projeto susta aumento em plano de saúde auto…

26-09-2017 Agência Câmara de Notícias

Reajuste ocorreu de maio de 2016 a abril de 2017 e atingiu mais de 8 milhões de pessoas A Câmara dos Deputados analisa proposta que susta o decreto da Agência Nacional...

Leia mais

Custos com judicialização são divididos por t…

21-09-2017 Agência Senado

A Comissão de Assuntos Sociais (CAS) promoveu na terça-feira (19) uma audiência pública com representantes do governo e das operadoras de planos de saúde Amil, Sul América e Geap. O...

Leia mais

Planos de saúde populares podem estar disponí…

20-09-2017 Agência Brasil

Planos de saúde populares podem começar a ser vendidos ainda este ano, anunciou o ministro da Saúde, Ricardo Barros. O início da comercialização depende da conclusão de análise técnica da...

Leia mais

Ministério da Justiça quer que hospitais exib…

19-09-2017 Folha de S.Paulo

O Ministério da Justiça quer fazer mudanças na regulamentação dos planos de saúde. Uma das propostas em estudo na Senacon (Secretaria Nacional do Consumidor) exige a liberação da portabilidade entre...

Leia mais

Gasto com idosos dispara e alerta operadoras

19-09-2017 DCI

Se somados a pacientes com doenças crônicas, as despesas podem consumir até 66,5% dos gastos totais de um plano; para o Iess, cenário tende a piorar ano a ano, se...

Leia mais

Notícias ANS

USUÁRIOS

LOCAIS DE ATENDIMENTO

Clique aqui e encontre a localidade mais próxima utilizando a lista de Estados.

COBERTURA

Informações sobre a cobertura da Rede Saúde Filantrópica

FUNCIONAMENTO

Informações sobre o funcionamento do sistema e o acordo das Operadoras de Planos Privados de Assistência à Saúde, associadas à Rede Saúde Filantrópica

OBSERVAÇÕES

Observações para a realização de internações e serviços auxiliares de diagnóstico e terapia eletivos.

COBRANÇA DAS CONTAS

Informação sobre o faturamento das contas

TABELA A SER USADA

Informações sobre a tabela a ser utilizada pela Operadora que prestou o atendimento